Mais de 1,4 mil civis mortos no 1º semestre no Afeganistão

De acordo com a ONU, insurgentes causaram 80% das mortes de civis no período

Cabul – O conflito no Afeganistão registrou a morte de mais de 1,4 mil civis durante os seis primeiros meses de 2011, o que representa 15% a mais que durante o primeiro semestre de 2010, anunciou a Missão da ONU no país (UNAMA).

De acordo com a ONU, 80% dos mortos civis entre janeiro e junho de 2011 foram provocadas pelos insurgentes, 14% pelas forças pró-governo (afegãs e internacionais) e 6% não tiveram a responsabilidade atribuída.

“A UNAMA registrou 1.462 mortes de civis durante os seis primeiros meses de 2011, um aumento de 15% na comparação com o mesmo período de 2010”, afirma a organização.

“As bombas de fabricação caseira e os atentados suicidas, táticas utilizadas pelos elementos antigovernamentais, provocaram quase metade (49%) das mortes e feridos civis”, completa o relatório.

O mês de maio, com 368 civis mortos, foi o mais violento.