Maduro ameaça bloquear CNN na Venezuela

"Já basta de propaganda de guerra", advertiu Maduro em mensagem à nação

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ameaçou nesta quinta-feira “bloquear” a rede de televisão americana CNN caso a emissora mantenha o que chamou de “propaganda de guerra”.

“Pedi à ministra (das Comunicações) Delcy Rodríguez que notifique à CNN sobre o início do processo administrativo para tirá-los da Venezuela caso não mudem isto. Já basta de propaganda de guerra”, advertiu Maduro em mensagem à nação.

“Estava agora no meu gabinete vendo a CNN. Durante as 24 horas do dia sua programação é de guerra. Eles querem mostrar ao mundo que na Venezuela há uma guerra civil, mas na Venezuela o povo está trabalhando”.

Na semana passada, o governo venezuelano bloqueou o canal de notícias colombiano a cabo NTN24, sob a acusação de tratar de gerar “frustração” entre a população, quando transmitia confrontos após uma passeata da oposição.

O NTN24 pretendia “transmitir um fracassado golpe de Estado como o de 11 de abril (de 2002, contra o então presidente Hugo Chávez). Fora do ar NTN24!”, disse Maduro na ocasião.