Maduro acusa oposição de incendiar homem durante protesto

Segundo Maduro, um jovem de 21 anos sofreu queimaduras em quase todo o corpo ao ser mergulhado em gasolina e incendiado

Caracas – O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, está acusando os manifestantes de incendiarem um apoiador de seu governo, reafirmando que há elementos fascistas nas manifestações da oposição.

No domingo, Maduro afirmou que Orlando Zaragoza, de 21 anos, sofreu queimaduras em quase todo o seu corpo, que foi mergulhado com gasolina e incendiado em um protesto em Caracas durante o sábado. O incidente está sob investigação.

Também no sábado, um garoto de 23 anos foi morto, com ferimentos de bala no peito, durante um protesto no oeste da Venezuela. Sua morte traz para 28 o número de pessoas mortas desde que a instabilidade no governo da Venezuela se intensificou, há dois meses. Fonte: Associated Press.