Macron expressa solidariedade da França após ataque a Barcelona

"Nós permanecemos unidos e determinados", escreveu Macron no Twitter, após uma van atropelar uma multidão e deixar ao menos 13 mortos

O presidente francês, Emmanuel Macron, transmitiu nesta quinta-feira “a solidariedade da França às vítimas do trágico ataque a “, onde uma van atropelou uma multidão, deixando ao menos 13 mortos e 32 feridos.

“Nós permanecemos unidos e determinados”, escreveu Macron no Twitter.

O ministro de Relações Exteriores, Jean-Yves Le Drian, e a secretária de Estado de Assuntos Europeus, Nathalie Loiseau, expressaram, em um comunicado, “sua solidariedade com as vítimas, bem como com as autoridades e o povo espanhóis”.

Uma van atropelou uma multidão nas célebres Ramblas, passeio público turístico da capital da região da Catalunha.

Este ataque, realizado com ajuda de um veículo usado como arma, remete a um modus operandi já utilizado em atentados atribuídos ou reivindicados pelo grupo Estado Islâmico em Nice, Berlim e Londres.

Até o início da noite, nenhum grupo havia reivindicado o ataque.