Lupi diz que desconhece empresa baiana em seu nome

Na rua, ninguém conhece a companhia registrada no nome do ministro, aberta para atuar no ramo de comércio de bebidas e locadora de vídeos

Brasília – Além de administrar a crise política que vive na pasta que comanda, o ministro Carlos Lupi precisa resolver outro problema: a abertura de uma empresa com o nome dele em Camaçari (BA). A “Carlos Roberto Lupi” foi registrada no dia 2 de abril deste ano com o mesmo Cadastro de Pessoa Física (CPF) do ministro numa casa sem número de uma rua na periferia de Camaçari.

Na rua, ninguém conhece a empresa, aberta para atuar no ramo de comércio de bebidas e locadora de vídeos. O registro é de “empresário individual” e pode ser feito por meio do Portal do Empreendedor, site do governo.

Procurado pelo Grupo Estado, Lupi disse que não sabia da existência da empresa. Afirmou ter sido vítima de fraude, possivelmente, segundo ele, após a clonagem de seus cartões de crédito no início do ano. Lupi enviou ofício na quarta-feira ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e ao advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, em que pede a apuração do caso. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.