Lula pede à Fifa que respeite soberania do Brasil

Ex-presidente defendeu que o Congresso decida como deve ser a Lei Geral da Copa

Londres – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu nesta sexta-feira à Fifa que respeite a soberania do Brasil, depois de rumores da imprensa sobre desacordos entre o governo brasileiro e a entidade que comanda o futebol internacional quanto a um projeto de lei para regular o Mundial de 2014.

“Acho que é muito difícil, muito difícil, que a Fifa resolva ter uma discordância sobre um projeto de lei aprovado de forma soberana por um congresso nacional”, afirmou Lula à margem de um seminário organizado em Londres pela revista The Economist.

O presidente ressaltou ainda que nenhum país do mundo pode abrir mão de sua soberania.

“Nosso compromisso com o mundo esportivo e com o Brasil foi organizar a melhor Copa do Mundo que pode ser feita. O resto, a Fifa deixa com o Brasil”, recordou o ex-presidente, que durante seu mandato conseguiu fazer que o Brasil fosse escolhido para organizar o evento.

A Lei Geral da Copa, que foi enviada ao Congresso em 19 de setembro passado, fixa as competências da Federação Internacional de Futebol Associado (Fifa) na organização do Mundial de 2014, assim como da Copa das Confederações 2013.