Lula e Raúl Castro percorrem porto de Mariel

O ex-presidente brasileiro e o líder cubano Raúl Castro percorreram o porto de Mariel, construído e financiado pelo Brasil

Havana – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o líder cubano, Raúl Castro, percorreram nesta terça-feira o porto de Mariel, 45 km a oeste de Havana, construído e financiado pelo Brasil, informou a TV estatal cubana.

“Penso que o Porto de Mariel representa para Cuba a possibilidade de uma revolução industrial, porque é a possibilidade para atrair empresas para a produção de produtos de alta tecnologia”, disse Lula à TV cubana.

Lula, que chegou nesta terça-feira à Ilha, destacou que o porto – inaugurado em 27 de janeiro por Raúl Castro e a presidente Dilma Rousseff – “é uma referência para outros países da América Latina e do Caribe”.

“Estou muito orgulhoso por viver até o dia de poder presenciar a construção de um porto desta magnitude, e mais feliz porque o Brasil colaborou com este novo momento que Cuba vive”.

Sobre as reformas empreendidas pelo presidente cubano para atualizar o modelo econômico centralizado de corte soviético que a ilha seguiu durante meio século, Lula disse que “Raul tem tomado decisões corajosas para modernizar e desenvolver Cuba”.

“Tudo isto é muito importante e agora precisamos apenas derrubar o bloqueio dos americanos para que Cuba possa se desenvolver plenamente”, destacou sobre o embargo aplicado por Washington desde 1962.

O porto de Mariel é o maior projeto de infra-estrutura da história de Cuba, e seu desenvolvimento deve exigir uma década para preencher uma área de 465 km2.

Mariel foi construído pela brasileira Odebrecht, e abrigará uma zona franca industrial e comercial (Zona Especial de Desenvolvimento de Mariel).

O governo do Brasil financiou com 802 milhões de dólares a primeira etapa da construção do porto e em janeiro passado, durante sua inauguração, Dilma anunciou um novo crédito, de 290 milhões de dólares, para a ampliação das obras.

Lula concederá na tarde desta quarta-feira uma entrevista coletiva em Havana.