Londres quer compromisso da oposição antes de reconhemento

O governo britânico pretende saber, por exemplo, quanto apoio a unificação da oposição recebe dentro da Síria

Londres – O governo britânico quer saber mais sobre os projetos da coalizão opositora síria antes de reconhecê-la como “única representante legítima do povo sírio”, afirmou o secretário do Foreign Office, William Hague.

A unificação da oposição síria, anunciada domingo em Doha, representa “um passo muito grande adiante”, destacou Hague em entrevista à BBC.

“Nós gostaríamos de estar na posição de reconhecê-la como única representante legítima do povo sírio, mas quero saber mais sobre os projetos”, completou.

Hague pretende saber, em particular, como serão feitas as nomeações para determinadas posições, se os curdos serão incluídos e quanto apoio recebem dentro da Síria.

Nesta sexta-feira, Hague terá uma reunião em Londres com o presidente da nova coalizão opositora, xeque Ahmad Moaz al-Jatib, e seus adjuntos Riad Seif e Suhair al-Atasi.