Londres quer análise após vender lasanha com carne de cavalo

A carne de cavalo foi descoberta nas lasanhas da marca Findus, um caso que causou forte indignação no Reino Unido

Londres – A Agência de Segurança Alimentar (FSA) britânica pediu nesta sexta-feira que sejam examinados todos os produtos à base de carne bovina depois de descobrirem carne de cavalo nas lasanhas da marca Findus, um caso que causou forte indignação no Reino Unido.

“Pedimos que as empresas alimentares realizem exames de autenticidade em todos os produtos que contêm carne bovina, como hambúrgueres, almôndegas e lasanha, e que facilitem os resultados à FSA”, declarou a diretora da agência, Catherine Brown.

A FSA anunciou na quinta-feira, depois de realizar testes, que algumas lasanhas da marca Findus, supostamente feitas com carne bovina, continham até 100% de carne de cavalo, cujo consumo é tabu no Reino Unido. Essas lasanhas são pelo grupo francês Comigel.

Em declarações à BBC Rádio 4, o diretor de operações da FSA, Andrew Rhodes, levantou duas possíveis causas.

“A primeira é uma grave negligência, e a segunda hipótese é de natureza penal, e isso que estamos investigando no momento, para saber que substituiu deliberadamente um produto pelo outro”, acrescentou.

A Findus anunciou que já retirou do mercado as lasanhas, vendidas no Reino Unido em supermercados como Asda, Tesco e Morrisons.

Comigel, contactado várias vezes pela AFP, não quis fazer comentários.