Liga Árabe conversará sobre a Síria com o Conselho de Segurança da ONU

Liga Árabe decidiu no sábado suspender a missão de seus observadores na Síria por causa da deterioração da segurança no país

Cairo – O secretário-geral da Liga Árabe, Nabil al Arabi, partiu neste domingo do Cairo com destino a Nova York à frente de uma delegação de seu organismo para abordar a situação da Síria com o Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Está previsto que Al Arabi se reúna com o Conselho de Segurança na próxima terça-feira para buscar apoio à iniciativa que propõe, entre outras medidas, que o presidente sírio, Bashar al Assad, passe seu poder ao vice-presidente para acabar com a crise na Síria.

Além disso, a Liga Árabe convocou para o próximo domingo uma reunião urgente de seus ministros de Relações Exteriores para debater os passos que serão adotados depois que o regime de Damasco rejeitou oficialmente essa medida e elevou o grau da repressão no país.

O vice-secretário-geral da Liga Árabe, Ahmad Ben Heli, declarou aos jornalistas no Cairo que durante a reunião os titulares de Relações Exteriores estudarão os resultados dos contatos com o Conselho de Segurança.

Ben Heli acrescentou que no encontro será analisada, além disso, a situação da missão de observadores árabes e decidirão sobre retirá-la definitivamente ou modificar suas funções.

A Liga Árabe decidiu no sábado suspender a missão de seus observadores na Síria por causa da deterioração da segurança no país.

Al Arabi explicou em comunicado que a suspensão seria imediata e estará em vigor pelo menos até a reunião dos ministros de Relações Exteriores árabes.

Enquanto isso, pelo menos 19 pessoas, entre elas dois menores e seis soldados, morreram neste domingo em vários ataques em diferentes províncias da Síria, informaram os opositores Comitês de Coordenação Local e a agência de notícias oficial, ‘Sana’.