Líder supremo do Irã ameça deixar acordo nuclear se não atender interesses

De acordo com o aiatolá Ali Khamenei, os países signatários europeus não podem salvar o acordo após a saída dos Estados Unidos

Londres – O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, disse que a República Islâmica pode abandonar o acordo nuclear firmado com potências mundiais após a saída dos Estados Unidos caso o tratado não atenda aos interesses iranianos, colocando em dúvida negociações em curso com países europeus para salvar o acordo.

“O acordo nuclear é um meio, não o objetivo, e se chegarmos a essa conclusão de que ele não atende aos nossos interesses nacionais, podemos abandoná-lo”, disse Khamenei nesta quarta-feira, segundo seu site oficial.

Khamenei disse que o Irã deve “desistir da esperança” de que a Europa irá salvar o acordo após a saída dos Estados Unidos.

Durante reunião com o presidente iraniano, Hassan Rouhani, e seu gabinete, Khamenei disse que Teerã não negociará com as “indecentes” autoridades norte-americanas de nenhum nível para chegar a um novo acordo sobre seu programa nuclear.