Líder dos social-democratas recusa coalizão com Merkel

Comentário de Martin Schulz ocorre após Merkel fracassar no final de semana ao tentar formar uma nova coalizão governista

Berlim – O líder do Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD), Martin Schulz, afirmou nesta segunda-feira que a agremiação não está “disponível” para formar uma coalizão com a primeira-ministra Angela Merkel.

“Ficou claro para nós que a coalizão com os conservadores havia recebido um cartão vermelho nas urnas”, disse. “O SPD não tem medo de enfrentar uma nova eleição.”

Merkel fracassou no final de semana ao tentar formar uma nova coalizão governista. Em setembro, a aliança conservadora da chanceler, que venceu a disputa eleitoral, apresentou seu pior resultado desde 1949, fazendo com que fosse necessário um trabalho extra para obter a maioria no Parlamento.

O SPD foi parceiro de Merkel na coalizão de 2005 e de 2013. Fonte: Associated Press.