Líder do Al Shabaab confirma ataque no Quênia e faz ameaças

Ahmed Godane confirmou pela primeira vez seu envolvimento no ataque contra um shopping em Nairóbi, que matou pelo menos 72 pessoas

Mogadíscio – O líder do grupo militante islâmico somali Al Shabaab confirmou pela primeira vez seu envolvimento no ataque contra um shopping center em Nairóbi, no Quênia, que matou pelo menos 72 pessoas e destruiu parte do complexo.

Em um áudio publicado em um site ligado à Al Shabaab nesta quarta-feira, Ahmed Godane, também conhecido como Mukhtar Abu al-Zubair, disse que o ataque ao shopping foi em retaliação à invasão do Quênia, em outubro de 2011, no sul da Somália para esmagar os insurgentes.

“Retirem as suas tropas ou se preparem para uma guerra de longa duração, sangue, destruição e isolamento”, disse Godane na mensagem, aparentemente dirigida ao governo queniano.