Líder da Escócia adia plano para novo referendo de independência

O anúncio de adiamento é dado menos de três semanas depois dos maus resultados eleitorais do Partido Nacional Escocês

A chefe do governo regional escocês, Nicola Sturgeon, anunciou nesta terça-feira que irá adiar para depois do Brexit seu plano de um segundo referendo sobre a independência, menos de três semanas depois de maus resultados eleitorais.

“Não apresentaremos imediatamente a legislação para um referendo de independência”, declarou a líder do Partido Nacional Escocês (SNP), depois das eleições em que perdeu 21 deputados dos 56 com que contava no Parlamento de Westminster.