Líder da Al Qaeda morre em bombardeio no Afeganistão

Abul Bara Al Kuwaiti morreu num bombardeio na província de Nangarhar, no leste do Afeganistão

Nova Délhi – Um líder da Al Qaeda, Abul Bara Al Kuwaiti, morreu junto com outro membro desta organização terrorista em um bombardeio na província de Nangarhar, no leste do Afeganistão, informou neste domingo uma fonte oficial.

Kuwaiti tinha uma estreita relação com o líder máximo da organização, o egípcio Ayman al-Zawahiri, afirmaram os serviços de inteligência afegãos (NDS) em sua conta oficial no Twitter.

A operação permitiu aos serviços de inteligência apreender um computador portátil, documentos e armas da rede terrorista.

Na quinta-feira morreu durante um ataque aéreo o líder no Afeganistão da rede terrorista Jundullah, o mulá Shamsudin, na província de Takhar, no norte do país.

Um dia antes, um importante comandante talibã, mulá Abdul Rahman, morreu junto de entre 11 e 14 insurgentes em um bombardeio de drones americanos na província de Herat, no oeste do Afeganistão.

O conflito no país asiático está em um de seus momentos mais violentos desde a invasão dos Estados Unidos e a queda do regime talibã, há 13 anos.

As tropas internacionais começaram em 2011 a se retirar gradualmente do Afeganistão e a transferir por fases as competências da segurança ao exército e à polícia afegã.