Líder curdo-iraquiano espera derrota do EI em futuro próximo

Massoud Barzani agradeceu que o parlamento húngaro aprovou a participação militar do país centro-europeu nas lutas contra o Estado Islâmico

Budapeste – O presidente da região autônoma do Curdistão iraquiano, Massoud Barzani, disse nesta segunda-feira, em Budapeste, ter esperança que a vitória sobre o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) está perto.

“Esperamos que em um futuro próximo o EI sofrerá a derrota final, nosso povo foi alvo de ataques terroristas. O EI sofreu grandes perdas, mas o perigo não terminou ainda”, disse à imprensa no parlamento húngaro, após se reunir com o primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán.

Barzani, que também é comandante das milícias curdo-iraquianas (peshmergas) que lutam contra o Estado Islâmico, acrescentou que as vitórias sobre os jihadistas foram possíveis devido à resistência e a ajuda de seus aliados.

O líder curdo agradeceu que o parlamento húngaro aprovou a participação militar do país centro-europeu nas lutas contra o Estado Islâmico.

No dia 14 de abril, o parlamento húngaro aprovou o envio ao de 150 soldados ao Iraque para participar do treinamento das Forças Armadas do país que lutam contra os jihadistas.