Líbano detém 107 pessoas que tentavam viajar à Itália

A polícia libanesa deteve 107 pessoas que tentavam viajar de forma ilegal à Itália

Beirute – A polícia libanesa deteve nesta quarta-feira 107 pessoas que tentavam viajar de forma ilegal à Itália no porto de Trípoli, no norte do Líbano, informaram à Agência Efe fontes de segurança.

Os detidos são em sua maioria palestinos e sírios residentes no campo de refugiados de Ein el-Hilweh, o maior do Líbano e situado nos arredores da cidade meridional de Sidon.

Segundo a agência oficial libanesa “ANN”, os detidos foram vítimas de uma rede mafiosa, da qual um dos membros, de nacionalidade libanesa, também foi detido.

A deterioração da situação na região, por causa do conflito na Síria e Iraque, faz com que muitas pessoas, sobretudo de nacionalidade síria e palestina, tentem viajar à Europa de forma ilegal.

Alguns destes casos terminaram em tragédia. No último dia 15 de setembro, a Organização Internacional das Migrações (OIM) denunciou que pelo menos 700 pessoas permanecem desaparecidas no Mediterrâneo depois que as embarcações nas quais viajavam com destino à Itália naufragaram.