Legistas identificam 278 vítimas do voo que caiu na Ucrânia

Legistas identificaram seis novas vítimas do voo que caiu no leste da Ucrânia no dia 17 em julho, o que aumenta o total de identificados para 278

Bruxelas – Legistas identificaram seis novas vítimas do voo MH17 da Malaysia Airlines que caiu no leste da Ucrânia no dia 17 em julho, o que aumenta o total de passageiros identificados a 278, informou o governo da Holanda nesta sexta-feira.

Das seis novas vítimas identificadas, cinco têm nacionalidade holandesa, indicaram as autoridades. A pedido das embaixadas das vítimas estrangeiras, o governo não tornará pública a outra nacionalidade.

Ao todo, 298 passageiros estavam no voo da Malaysia Airlines que ia de Amsterdã até Kuala Lumpur. No dia 17 de julho, o avião foi supostamente derrubado por um míssil disparado de uma zona do leste da Ucrânia controlada pelas milícias pró-russas.

O processo de identificação das vítimas, das quais 196 tinham nacionalidade holandesa, continua na base militar de Hilversum, no norte da Holanda.