Legisladores dos EUA têm acesso a fotos de Bin Laden morto

O senador republicano James Inhofe, de Oklahoma, disse à CNN que já viu cerca de 15 fotografias do corpo

Washington – O senador democrata dos Estados Unidos, Bill Nelson, terá acesso nesta quinta-feira a fotografias do terrorista Osama bin Laden morto, somando-se a um seleto grupo de legisladores americanos que poderão ver as fotos do líder da Al Qaeda.

Nelson, da Flórida, disse à emissora CNN que irá nesta quinta-feira à sede da Agência Central de Inteligência (CIA), em Langley (Virgínia), para ver as fotos.

O senador republicano James Inhofe, de Oklahoma, disse à CNN que já viu cerca de 15 fotografias do corpo, em sua maioria tiradas na residência de Abbottabad, no Paquistão, onde forças especiais dos EUA mataram Bin Laden.

Outras três fotografias foram tiradas em um porta-aviões de guerra dos EUA, de onde o corpo foi lançado ao mar, revelou o senador.

“São imagens truculentas”, disse Inhofe, quem afirmou que nas fotos se veem partes do cérebro saindo da órbita do olho de Bin Laden.

A decisão do presidente americano, Barack Obama, de não divulgar fotografias do corpo foi alvo de polêmica.

Inhofe, que é membro do Comitê das Forças Armadas no Senado, disse que, após ver as fotos, não restam dúvidas de que Bin Laden está morto. Mas, segundo ele, pelo menos algumas das fotografias deveriam ser divulgadas.

Por sua vez, Nelson, que é membro do Comitê de Inteligência, acredita que as imagens não devem ser publicadas.

Já o deputado democrata de Maryland e dirigente da bancada minoritária na câmara baixa, Steny Hoyer, disse que não vê sentido em publicar as fotos de alguém que está morto e ressaltou que não “há a menor dúvida de que foi Osama bin Laden” quem os soldados americanos mataram.