Lavrov culpa União Europeia e EUA pela crise

O ministro russo lembrou que os EUA já sancionaram alguns funcionários ucranianos

Bagdá – O ministro de Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, rejeitou nesta quinta-feira as ameaças de União Europeia (UE) e Estados Unidos de sancionar as autoridades da Ucrânia, ao mesmo tempo em que os acusou de estar por trás da crise nesse país.

Em entrevista coletiva em Bagdá junto a seu colega iraquiano, Hoshiyar Zebari, Lavrov afirmou que “a oposição não quer se afastar dos extremistas e das forças ocidentais lideradas por UE e Estados Unidos”.

“Estas duas últimas partes têm toda a responsabilidade da situação atual, ao mesmo tempo em que não condenam os atos dos extremistas e ameaçam impor sanções”, disse Lavrov.

Nesse sentido, o ministro russo lembrou que os EUA já sancionaram alguns funcionários ucranianos.