Kirchner inaugura usina de urânio na Argentina

Cristina Kirchner:"Somos o único país da América Latina a produzir urânio enriquecido"

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, inaugurou nesta segunda-feira uma usina de enriquecimento de urânio para fins pacíficos, no sudoeste do país, a dez dias de entregar o governo ao presidente eleito, Mauricio Macri.

“Somos o único país da América Latina a produzir urânio enriquecido”, afirmou Kirchner, destacando que “estes projetos não serão paralisados”, em alusão às décadas de 1980 e 1990, quando foram suspensos os programas nucleares iniciados em 1978.

“Podemos garantir que a energia nuclear que produzimos não irá para bombas que destroem populações, irá para energia e medicina nucleares”.

O Complexo Tecnológico de Pilcaniyeu, 1.800 km a sudoeste de Buenos Aires, “alcançou os valores que acreditam o enriquecimento de Urânio 235 para usos pacíficos em combustíveis nucleares”, assinala o site oficial do governo.