Kiev é acusada de violar cessar-fogo em Donetsk por rebeldes

Apesar das acusações, as autoridades de Kiev asseguraram que no curso da noite passada não ocorreram tiroteios

Moscou – A autoproclamada república popular de Donetsk acusou o exército ucraniano de violar o cessar-fogo declarado na terça-feira pelas partes em conflito no aeroporto de Donetsk, principal foco de hostilidades entre as tropas ucranianas e os separatistas.

“Os militares ucranianos violaram ontem à noite em várias ocasiões as condições da trégua”, afirmou um porta-voz dos insurgentes à agência “Interfax”.

A agência acrescentou que “foram registrados tiroteios, por isso que não se pode falar do cumprimento pela parte ucraniana de algum tipo de cessar-fogo”.

No entanto, as autoridades de Kiev asseguraram que no curso da noite passada não ocorreram tiroteios.

O exército ucraniano e as milícias pró-russas acordaram ontem cessar as ações militares nas imediações do aeroporto Sergei Prokofiev de Donetsk.

No entanto, os separatistas denunciaram que apenas meia hora desde o início da trégua, os combates foram retomados.

O aeroporto de Donetsk, a capital da região de mesmo nome, é o maior palco de combates entre as partes desde que começou no leste da Ucrânia, em abril, a rebelião dos separatistas pró-Rússia contra o governo ucraniano, um conflito que já deixou mais de 4,3 mil mortos, segundo a ONU.