Kerry encontrará Abbas na quarta-feira em Paris

A reunião de Kerry com Abbas precede à viagem que o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, realizará a Washington em março para reunir-se com Obama

Washington – O secretário de Estado americano, John Kerry, se reunirá nesta quarta-feira em Paris com o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, para discutir a situação das negociações de paz com Israel, confirmou nesta segunda-feira à Agência Efe o Departamento de Estado.

Segundo o jornal israelense “Haaretz”, após uma dezena de viagens em 2013 ao Oriente Médio para impulsionar as negociações, o secretário de Estado tenta levar adiante um acordo marco para conseguir uma prorrogação no prazo de nove meses estipulado no início do processo, dados os vários obstáculos que surgiram entre as partes.

Há seis semanas, foi o mediador americano Martin Indyk quem se encontrou com as partes em Jerusalém e Ramala, enquanto o chefe da diplomacia americana recebeu separadamente os negociadores israelenses e palestinos em Washington e também os viu na Conferência de Munique.

A reunião de Kerry com Abbas precede à viagem que o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, realizará a Washington em março para reunir-se com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

Segundo o mesmo jornal, os EUA querem ter pronto o acordo marco, que conteria as bases de um futuro tratado de paz, no final de março, e ambos encontros servirão para pressionar as partes a fim de que aceitem a proposta.

Abbas expressou no final de janeiro que quer reunir-se com Netanyahu, que ao contrário do que fazia Ehud Olmert, primeiro-ministro israelense entre 2006 e 2008, não encontrou o líder palestino durante o processo negociador.

“Pode anotar. Sim, quero encontrar Netanyahu, em qualquer momento. Não descartei a possibilidade que Netanyahu fale perante nosso Parlamento ou que eu fale na Knesset (Legislativo israelense). O assunto deve ser estudado”, disse Abbas em uma entrevista a membros do Departamento de Negociações do INSS, o principal laboratório de ideias israelense em matéria de segurança.