Justiça nega devolução de passaporte de Berlusconi

Ex-primeiro-ministro teve documento confiscado em agosto

Milão – O escritório da Procuradoria de Milão rejeitou o pedido de Silvio Berlusconi para a liberação de seu passaporte, que havia sido confiscado em agosto após a condenação final do ex-primeiro-ministro da Itália no caso Mediaset.

De acordo com a imprensa italiana, a Procuradoria negou o pedido, pois “não está previsto na lei”. Berlusconi pretendia participar de um evento do Partido Popular Europeu (PPE) em Bruxelas, na Bélgica, que havia sido convidado.

Berlusconi foi condenado em agosto deste ano a quatro anos de prisão no caso Mediaset. Um acordo de redução na pena determina que o ex-premier não pode viajar para o exterior, mesmo dentro da União Europeia, que “derrubou” o controle nas fronteiras para seus cidadãos.