Justiça francesa confirma “caráter premeditado” de atentado

Várias fotos tiradas a partir de seu telefone celular mostram o homem no dia 14 de julho no período da tarde na avenida à beira mar

A investigação sobre o ataque de quinta-feira em Nice (84 mortos) mostrou que o assassino tunisiano, Mohamed Lahouaiej Bouhlel, realizou “averiguações” e tirou, horas antes do ataque, quatro selfies na Promenade des Anglais, informou nesta segunda-feira o procurador François Molins, encarregado da investigação.

Várias fotos tiradas a partir de seu telefone celular mostram o homem no dia 14 de julho no período da tarde na avenida à beira mar, “em frente à praia”, em frente “a um caminhão”, “na Promenade des Anglais” e “em frente a uma passarela de pedestres”, informou em um comunicado de imprensa.