Justiça espanhola rejeita pedido de prisão contra Puigdemont

A decisão de reativar o mandado de prisão foi adiada até que o Parlamento catalão volte a funcionar normalmente, disse a corte em comunicado

Madri – A Suprema Corte da Espanha rejeitou, nesta segunda-feira, o pedido do procurador-geral para reativar um mandado de prisão válido para toda a Europa contra o ex-líder da Catalunha Carles Puigdemont.

Puigdemont, que está na Dinamarca nesta segunda-feira para realizar um discurso, pode enfrentar décadas na prisão na Espanha por liderar o movimento de independência da Catalunha.

A decisão de reativar o mandado de prisão foi adiada até que o Parlamento catalão volte a funcionar normalmente, disse a corte em comunicado.

Veja também