Justiça decreta prisão preventiva de bombeiro do Rio

O cabo Benevenuto Daciolo é acusado de incitar a greve dos policiais em Salvador

Rio de Janeiro – A Justiça do Rio de Janeiro decretou ontem (9) a prisão preventiva do cabo do Corpo de Bombeiros Benevenuto Daciolo. O bombeiro está detido desde a noite do dia 8, administrativamente, sob a acusação de ter cometido o crime militar de incitamento à desobediência. Ele foi preso no Rio após retornar de Salvador, onde acompanhava a greve dos policiais militares baianos.

Daciolo é um dos líderes do movimento dos bombeiros no Rio, que pede melhorias das condições salariais e de trabalho. Ele já havia sido preso no ano passado, com mais 400 bombeiros, por terem ocupado o quartel-central da corporação, durante uma manifestação.