Justiça da Venezuela condena líder da oposição

Oswaldo Alvares foi condenado a dois anos de prisão com a acusação de difundir informação falsa em declarações à TV

Caracas – Um tribunal venezuelano condenou nesta quarta-feira a dois anos de prisão o líder opositor Oswaldo Alvares, por difundir informação falsa em declarações à TV.

“Foi condenado a dois anos de prisão o ex-governador do estado de Zulia Oswaldo Álvarez Paz, pelo crime de difusão de informação falsa, durante um programa de televisão”, no qual afirmou que “a Venezuela tinha se transformado em um centro de operações do narcotráfico”, revelou um funcionário da promotoria.

Em março de 2010, a promotoria acusou Alvarez pelos crimes de incitação ao ódio e divulgação de informação falsa.

Alvarez negou ter cometido qualquer crime e disse que seus advogados vão recorrer, afirmando que foi um “processo penal que criminalizou a dissidência política”.