Justiça chilena condena Igreja a indenizar vítimas de abusos de ex-padres

A Igreja católica terá que pagar uma indenização de cerca de 450 mil dólares às vítimas de abusos sexuais do ex-sacerdote Fernando Karadima

A Justiça chilena condenou a Igreja católica local a pagar uma indenização de 300 milhões de pesos (cerca de 450.000 dólares) às vítimas de abusos sexuais do ex-sacerdote Fernando Karadima – informou o Poder Judiciário nesta quarta-feira (27).

“Caso Karadima: Corte de #Santiago acolhe processo contra a Igreja católica e ordena pagar 100 milhões a cada um dos demandantes”, informou o Poder Judiciário em sua conta no Twitter.

Os cerca de 150 mil dólares serão pagos a James Hamilton, José Andrés Murillo e Juan Carlos Cruz.

No processo, que revoga uma sentença de 2017, “é acolhida a demanda principal de indenização por prejuízos baseada em fato próprio da Igreja Católica do Chile e, consequentemente, declara-se procedente a ação indenizatória” por “dano moral” aos três acusadores.