Jovem é sequestrada e estuprada por grupo na Índia

A jovem foi sequestrada na cidade de Chandigarh na sexta-feira enquanto esperava um ônibus para se dirigir a uma entrevista de trabalho

Nova Délhi – Em um novo caso de estupro em grupo conhecido nesta segunda-feira na Índia, uma enfermeira de 26 anos foi sequestrada e depois violentada por vários homens enquanto a filmavam no estado noroeste do Punjab, segundo informou a Polícia.

A jovem foi sequestrada na cidade de Chandigarh na sexta-feira enquanto esperava um ônibus para se dirigir a uma entrevista de trabalho, onde foi sedada e levada para a cidade de Bhatinda, a 250 quilômetros, de acordo com um comunicado da Polícia local.

A mulher relatou à Polícia que os sequestradores pediram a ela que se aproximasse do carro no qual estavam para perguntar-lhe uma direção e antes de responder a colocaram no interior e a drogaram, segundo os meios “Times of India” e “NDTV”.

Quando a enfermeira despertou, estava nua em um quarto na qual havia quatro homens – um deles a gravava com um telefone celular – e ao começar a gritar a sedaram de novo.

A jovem alegou que foi violentada em repetidas ocasiões.

No domingo de manhã a levaram em um carro e a jogaram em uma estrada, onde um homem a viu e a levou com seu veículo a um hospital, no qual fontes médicas confirmaram o estupro em grupo e asseguraram que está em estado crítico.

De acordo com a Polícia, os autores do ataque sexual ainda não foram localizados.

O caso desta jovem obteve mais relevância na Índia que outros parecidos devido à onda de indignação que sacode todo o país depois que em dezembro uma estudante foi violentada por seis homens em um ônibus em Nova Délhi e morreu devido aos ferimentos.