Jornalista egípcio é colocado em prisão preventiva

Ele é julgado pela publicação de informações consideradas enganosas e pela incitação à desestabilização do país

Cairo – O chefe de redação do jornal egípcio independente Al-Dostur, Islam Afifi, foi colocado em prisão preventiva no início de seu julgamento pela publicação de informações consideradas enganosas e incitação à desestabilização do país.

O jornalista permanecerá detido até 16 de setembro, data da próxima audiência, por decisão do juiz do tribunal penal de Guizeh, no Cairo.

Este é o primeiro julgamento de um jornalista egípcio desde a queda do presidente Hosni Mubarak em fevereiro de 2011.