Jornada Mundial da Juventude 2011 reuniu católicos do mundo todo em Madri

Papa Bento XVI presidiu o evento, que agrupou cerca de dois milhões pessoas em quatro dias. Confira as imagens

São Paulo – Por quatro dias, entre 18 e 21 de agosto, o papa Bento XVI foi para Madri, capital da Espanha, para acompanhar os eventos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que reúne católicos do mundo todo.

O papa foi recebido por cerca de dois milhões fiéis de diversos países, dos Estados Unidos até Irlanda e México. Apesar da recepção vibrante dos jovens religiosos, grupos contrários à Igreja fizeram um "beijaço gay" em protesto contra a presença da autoridade na capital espanhola.

Mesmo com essas manifestações e algumas tensões com a polícia, o evento teve missas, mensagens do papa e o anúncio do JMJ no Rio de Janeiro em 2013. O evento, criado em 1984, surgiu após o papa João Paulo II entregar uma cruz de madeira de quatro metros de altura aos jovens religiosos.

Seguindo o ritual, com o encerramento da Jornada da Espanha, os jovens entregaram a cruz para a juventude brasileira. O papa Bento XVI afirmou que tem interesse em presidir o evento no Brasil.

"Peçamos ao Senhor já desde este momento que ajude os jovens de todo o mundo que tiverem de se preparar para que possam se reunir novamente com o papa nessa bela cidade brasileira", declarou o papa em espanhol.

Confira as fotos da reunião religiosa na Espanha, realizada nos últimos quatro dias.