Jordaniano é detido ao tentar invadir cabine de avião

Segundo a imprensa sérvia, o passageiro gritou que havia perdido a cabeça e que queria se unir a Alá

Um jordaniano que tentou entrar neste domingo na cabine de comando de um avião da companhia alemã Lufthansa durante um voo entre Frankfurt e Belgrado foi imobilizado pelos passageiros e detido pela polícia sérvia.

O jordaniano começou a bater na porta da cabine tentando entrar e ameaçando abrir as portas do avião, que voava no momento sobre a Áustria, informou a televisão nacional sérvia (RTS).

O homem, que segundo a imprensa sérvia se chama Laken e também tem um passaporte americano, gritou que havia perdido a cabeça e que queria se unir a Alá na companhia de todos os passageiros, segundo esta fonte.

O indivíduo, que agora está sendo interrogado, foi imobilizado por membros da tripulação ajudados por jogadores da equipe de handebol sérvia Vojvodina Novi Sad, que o vigiaram até o pouso, no aeroporto de Belgrado.

Não se sabe até o momento o número de passageiros a bordo e o tipo de aeronave envolvida no incidente.