Johnson & Johnson disponibiliza US$ 200 mi contra Ebola

Vacina combina uma tecnologia da Janssen com soluções apresentadas pela Bavarian Nordic, uma empresa de biotecnologia dinamarquesa

Nova York – O grupo farmacêutico americano Johnson & Johnson anunciou ter disponibilizado até US$ 200 milhões para acelerar a produção de uma vacina contra a febre hemorrágica ebola, atualmente em desenvolvimento por sua filial, Janssen Pharmaceuticals Companies.

A Janssen prevê produzir mais de um milhão de doses de vacinas em 2015, das quais 250.000 estariam disponíveis em maio para a realização de testes clínicos, informou a matriz da empresa em um comunicado, publicado nesta quarta-feira.

A Johnson & Johnson colabora com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas neste programa de pesquisas.

A vacina combina uma tecnologia da Janssen com soluções apresentadas pela Bavarian Nordic, uma empresa de biotecnologia dinamarquesa.

A epidemia de ebola, que afeta sobretudo Libéria, Serra Leoa e Guiné, no oeste da África, já matou mais de 4.500 pessoas, segundo o balanço mais recente da OMS.