Jimmy Carter vai visitar a Coreia do Norte

Ex-chefe de Estado deve abortar em Pyongyang a tensão na península e as questões de falta de alimentos no país

Seul – O ex-presidente americano Jimmy Carter, acompanhado por outros ex-chefes de Estado, viajará em breve para a Coreia do Norte, para abordar com as autoridades de Pyongyang as questões da tensão na península coreana e da escassez de alimentos naquele país, informou a imprensa sul-coreana.

Carter será acompanhado pelo ex-presidente finlandês Martti Ahtisaari, a ex-presidente irlandesa Mary Robinson e a ex-primeira-ministra norueguesa Gro Harlem Brundtland, segundo o jornal JoongAng Dalily, que cita fontes diplomáticas.

Os quatro estadistas integram o grupo de ex-autoridades políticos conhecido como “The Elders” (Os Anciãos).

Segundo a imprensa, a visita de Carter terá duração de três dias a partir de 26 de abril.

Jimmy Carter, vencedor do Prêmio Nobel da Paz em 2002, fez uma histórica visita a Pyongyang em 1994 quando os Estados Unidos estavam à beira de uma guerra com a Coreia do Norte em consequência do programa nuclear de Pyongyang. Ele conseguiu acalmar a situação graças a conversas com o falecido presidente Kim Il-Sung.

Também viajou ao Estado comunista em agosto do ano passado para obter a libertação de um americano detido por ter entrado ilegalmente no país.