Jihadistas são capturados no Egito, entre eles um dirigente

Tropas egípcias capturaram um dirigente jihadista procurado pela justiça e outros 35 supostos extremistas no norte da Península do Sinai

Cairo – As tropas egípcias capturaram um dirigente jihadista procurado pela justiça e outros 35 supostos extremistas no norte da Península do Sinai, informou nesta sexta-feira o porta-voz oficial da Forças Armadas, Ahmed Ali.

Em comunicado, o porta-voz militar explicou que o chefe da organização “El Takfir wa el Higra”, Abdel Fatah Hassan Salem, e seu ajudante foram detidos “em uma bem-sucedida operação militar” na região de Al Jaruba, no norte do Sinai.

Ali revelou que as Forças Armadas e a Polícia conseguiram prender também outros 25 “terroristas extremamente perigosos”, acusados de atacar postos de segurança no norte do Sinai, e oito suspeitos de estar envolvidos em ataques terroristas.

Estas operações foram realizadas nos últimos dias nas povoações de Al Arish, capital da província do Norte do Sinai; Rafah, na fronteira com a faixa palestina de Gaza; Sheikh Zaued e Bir al Abd.

Após a derrocada militar em julho do presidente islamita Mohamed Mursi e o violento desalojamento em agosto dos acampamentos que pediam sua restituição, as Forças Armadas egípcias e a Polícia foram objeto de vários atentados e ataques nos quais morreram dezenas de soldados, a maioria no Sinai.