Jihadistas do EI ocupam sul da cidade iraquiana de Hit

Combatentes jihadistas ocuparam os bairros ao sul da cidade iraquiana de Hit, a 185 km de Bagdá

Bagdá – Combatentes do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) ocuparam os bairros ao sul da cidade iraquiana de Hit, situada a cerca de 185 quilômetros de Bagdá, informaram à Agência Efe fontes de segurança.

Segundo as fontes, as forças de segurança conseguiram conter o avanço dos rebeldes e o norte da cidade continua sob o controle das autoridades locais, que tentam recuperar as áreas perdidas com o apoio da aviação.

Não se sabe o número de vítimas deixado pelos combates. Paralelamente, pelo menos nove agentes de segurança morreram e 16 ficaram feridos hoje em três atentados suicidas praticados com carros-bomba.

Um dos ataques foi lançado contra um posto de controle do exército e da polícia no acesso oeste ao município de Hit, enquanto o segundo atentado ocorreu na entrada leste da cidade.

O terceiro ataque atingiu um posto de vigilância localizado perto da sede do governo local, explicaram as fontes.

A ofensiva dos jihadistas no Iraque deixou nos nove primeiros meses deste ano 9.347 civis mortos e 17.386 feridos, segundo um relatório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos e da Missão da ONU no país (Unami).

O país vive desde junho uma guerra contra os jihadistas do Estado Islâmico, que proclamou um califado nas zonas do Iraque e Síria sob seu controle.