Jihadistas do EI detonam outra mesquita histórica em Mossul

Primeiramente, os membros do grupo radical retiraram os objetos de valor do interior da mesquita, construída ainda no século X

Mossul (Iraque) – Os jihadistas do Estado Islâmico destruíram nesta sexta-feira uma mesquita histórica na cidade setentrional iraquiana de Mossul, a qual supostamente estaria construída sobre a tumba do profeta Shit, informou à Agência Efe uma fonte de segurança.

Primeiramente, os membros do grupo radical retiraram os objetos de valor do interior da mesquita, construída ainda no século X, e evacuaram as pessoas que vivem nas casas próximas ao templo.

Na sequência, eles colocaram grandes quantidades de explosivos e os detonaram, causando a destruição total da mesquita.

Na mesma cidade de Mossul, cujo controle foi tomado no último dia 10 de junho, os jihadistas destruíram ontem de maneira similar a conhecida mesquita e o túmulo do profeta Jonas, datados do século XIII.

As tendências islamitas mais rigorosas proíbem a construção de mesquitas sobre os túmulos santos, algo que consideram contraditório ao monoteísmo estipulado pelo islã.

Além das mesquitas mencionadas, o EI também atacou vários mosteiros e igrejas no norte do Iraque, principalmente em Mossul, onde os cristãos também foram expulsos. 

//www.youtube.com/embed/2qiZpndjg6Y