Japão aceita entrada de atletas norte-coreanos para Jogos

Medida representa uma exceção às sanções estabelecidas pelo Executivo japonês contra o regime totalitário

Tóquio – O governo do Japão permitirá a entrada de atletas norte-coreanos no país para que possam participar dos Jogos Asiáticos de Inverno, o que representa uma exceção às sanções estabelecidas pelo Executivo japonês contra o regime totalitário.

Segundo fontes do governo citadas nesta segunda-feira pela agência “Kyodo”, o Japão suspenderá o veto de entrada a cidadãos norte-coreanos para que os atletas e oficiais possam participar da competição, que será realizada entre os dias 19 e 26 de fevereiro em Sapporo, no norte do arquipélago.

O Japão já havia permitido no ano passado a entrada da seleção feminina de futebol norte-coreana para disputar uma partida classificatória para os Jogos Olímpicos Rio 2016.

Cerca de 20 norte-coreanos, entre os quais se encontram sete atletas, solicitaram permissões de entrada, confirmaram fontes do comitê organizador do evento esportivo à “Kyodo”.

Antes de emitir tais permissões, o governo japonês pedirá aos oficiais norte-coreanos a documentação necessária para confirmar que não pertencem ao exército nem ao governante Partido dos Trabalhadores.

Espera-se que a delegação da Coreia do Norte chegue a Sapporo vinda da China poucos dias antes da competição.

No total, 2 mil atletas e oficiais de 32 países e regiões do continente participarão dos Jogos Asiáticos de Inverno, segundo a organização.

Em novembro do ano passado, o Conselho de Segurança da ONU ampliou as sanções contra Coreia do Norte em uma tentativa de conter o avanço do programa nuclear do país asiático.

Como complemento a essas medidas, o governo do Japão também decidiu na época aumentar suas sanções contra o regime comandado pelo ditador Kim Jong-un.