Italianos protestam contra racismo após ataque contra imigrantes

Há uma semana, um homem abriu fogo contra imigrantes em um ataque motivado por racismo

Macerata, Itália – Milhares de italianos protestaram contra o racismo neste sábado na cidade de Macerata, onde um homem abriu fogo contra imigrantes africanos há uma semana, ferindo seis pessoas no que a polícia disse que era um ataque motivado por racismo.

Os tiroteios dominaram os últimos dias de campanha para as eleições parlamentares do 4 de março da Itália, nas quais a imigração é um problema importante. Mais de 600 mil imigrantes chegaram nas costas italianas do norte da África nos últimos quatro anos.

Funcionários em Macerata, no centro da Itália, originalmente proibiram o evento devido a temores de violência envolvendo grupos de extrema direita e só o autorizaram na sexta-feira.

Italianos e imigrantes levaram pacificamente cartazes e bandeiras italianas contra a violência e o racismo, e balões vermelhos em forma de coração com os nomes das vítimas do tiroteio.