Itália recupera corpos de cinco imigrantes no Mediterrâneo

Os corpos de cinco imigrantes foram recuperados e 534 outros foram salvos nesta quinta-feira após uma série de operações de resgate

Roma – Os corpos de cinco imigrantes foram recuperados e 534 outros foram salvos nesta quinta-feira após uma série de operações de resgate no Mar Mediterrâneo, informou a Guarda Costeira da Itália.

Os imigrantes foram encontrados em dois grandes botes de borracha e nove outros barcos menores, disse a Guarda Costeira, sem dar detalhes sobre as causas das mortes.

Embarcações das Marinhas italiana e alemã se juntaram a quatro navios de grupos humanitários nas diversas missões de resgate.

Os dados mais recentes da Organização Internacional para as Migrações (OIM), divulgados em 9 de agosto, informam que cerca de 100.244 imigrantes chegaram à Itália por mar este ano, muitos deles zarpando da Líbia.

Estima-se que 2.742 homens, mulheres e crianças morreram no mesmo período tentando fazer a travessia.

A Itália está na linha de frente da crise imigratória europeia há três anos, e mais de 400 mil pessoas tiveram sucesso na jornada do norte da África para o território italiano desde o começo de 2014, fugindo da violência e da pobreza.