Israel prende 55 palestinos na Cisjordânia por terrorismo

As detenções aconteceram poucas horas depois do cessar-fogo alcançado com o Hamas em Gaza

Jerusalém – O exército de Israel anunciou nesta quinta-feira a detenção de 55 militantes palestinos na Cisjordânia por “atividades terroristas”, poucas horas depois do cessar-fogo alcançado com o Hamas em Gaza.

Os palestinos são acusados de “atividades terroristas e violentas” na Cisjordânia, afirma um comunicado do exército.

Os detentos pertencem a diferentes organizações.

“No total, foram detidos 55 terroristas, afiliados a diferentes grupos terroristas. Entre eles estão alguns líderes de grupos palestinos”, completa a nota militar.

As detenções de militantes palestinos são frequentes, mas a operação desta quinta-feira é excepcional por sua magnitude.