Israel dificulta viagem de Papa à Terra Santa

Israel estaria se opondo ao cronograma e à agenda de Francisco

Roma – Uma série de problemas está emergindo nos preparativos para a viagem do papa Francisco à Terra Santa, segundo informou à ANSA o representante da Autoridade Nacional Palestina (ANP) e conselheiro do presidente Mahmoud Abbas, Nemer Hammad.

“Estamos tendo alguns problemas de natureza política em relação à visita do Papa”, disse Hammad, referindo-se a “pedidos” de Israel sobre a “agenda” de Francisco.

Nos últimos dias, alguns jornais de Israel criticaram a agenda do Pontífice, alegando que ele ficará pouco tempo em território israelense. Também foi criticado o fato da missa principal do Papa estar programada para Belém, território palestino.

O Pontífice deve visitar Jordânia, Palestina e Israel entre os próximos na segunda quinzena de maio. Em 2009, seu antecessor, Bento XVI, também passou pela região.

Segundo Hammad, a visita de Francisco à região poderá “remarcar as boas intenções” demonstradas pelo Papa desde sua eleição. No entanto, o representante da ANP admitiu que a viagem do Pontífice não é determinando para as negociações de paz entre israelenses e palestinos. “As coisas são bem mais complicadas”, disse.