Israel ataca posições do Hamas em represália por foguete

A represália não causou danos nem feridos

Gaza – Aviões de combate de Israel atacaram na madrugada desta terça-feira posições das brigadas Izz al-Din Al Qasem, um grupo armado ligado ao movimento islamita Hamas, em represália pelo lançamento de um foguete, a partir da Faixa de Gaza, que não causou danos nem feridos.

Segundo fontes de segurança palestinas, os bombardeios não causaram vítimas, mas atingiram um campo de treinamento militar próximo do campo de refugiados de Nuseirit, no centro de Gaza, em uma área setentrional da Faixa, vizinha ao povoado de Beit Lahiya.

Horas antes, um foguete lançado de algum ponto da Faixa de Gaza caiu em uma área despovoada do Conselho Regional de Hof Ashkelon, no litoral sul de Israel, informaram as Forças Armadas israelenses em comunicado.

A troca de ataques acontece apenas 24 horas depois que aviões de combate israelenses dispararam contra uma motocicleta em Gaza, em um ataque preventivo que causou ferimentos graves em um suposto membro do movimento radical Jihad Islamiya.

De acordo com o próprio Exército de Israel, a vítima era “uma figura chave” nos lançamentos de foguetes.

A tensão entre Israel e a Faixa de Gaza, governada pelo Hamas, aumentou desde o princípio do ano, com mais de 30 foguetes lançados e dezenas de operações áreas de represália dos israelenses.

A Jihad Islamiya advertiu Israel em várias ocasiões que vai se vingar dos ataques seletivos, enquanto os responsáveis israelenses, liderados pelo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, lembraram ao Hamas que farão o necessário para impedir o lançamento de foguetes.

O grupo radical ameaçou inclusive em romper a trégua existente desde que o Exército israelense lançou sua última grande operação militar contra a Faixa de Gaza há um ano e meio.