Irene se transforma em poderoso furacão de categoria 3 nas Bahamas

A intensidade dos ventos do fenômeno chegou a 185 km/h e é possível que continue aumentando

Miami – “Irene” se transformou nesta quarta-feira em um poderoso ciclone de categoria 3 depois do aumento de seus ventos a 185 km/h e é possível que continue ganhando intensidade, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

O vórtice do furacão estava às 9h (de Brasília) a 85 quilômetros do sudeste de Acklins e a 540 quilômetros ao sudeste de Nassau, nas Bahamas, em direção à costa leste dos Estados Unidos.

Este deve ser o primeiro furacão a atingir o território americano desde 2008, quando “Ike” chegou ao Texas.

Está mantido o aviso de furacão (nas próximas 36 horas) para Turks e Caicos e Bahamas.

“Irene” avançará em seguida em direção à costa leste dos Estados Unidos para dirigir-se à Carolina do Norte, onde possivelmente deve tocar a terra no sábado.

Os meteorologistas advertiram aos moradores da Flórida que embora o estado já não esteja no centro das probabilidades da passagem do furacão, serão sentidas tempestades tropicais e ventos causarão fortes ondas.

A Agência Federal de Gestão de Emergências (Fema, na sigla em inglês) dos EUA advertiu na terça-feira que toda a costa leste do país deve ficar em alerta e recomendou às pessoas a prepararem-se.

A Fema informou que está trabalhando com as equipes de emergências de cada estado para analisar “com que recursos contam” e como poderiam organizar possíveis retiradas em massa de moradores.

“Irene”, o primeiro furacão da temporada de ciclones do Atlântico, castigou Porto Rico, República Dominicana, Haiti e Turks e Caicos.