Iraque encontra 500 corpos em valas comuns perto de Mossul

Os corpos pertencem a presos da prisão de Badush, que teriam sido executados pelos jihadistas quando o grupo radical conquistou a cidade em 2014

Erbil – O Comando das Operações Conjuntas do Iraque anunciou nesta sexta-feira que soldados do país encontraram duas valas comuns, com pelo menos 500 corpos, na comarca de Badush, no oeste da cidade de Mossul, principal reduto do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) no país até julho deste ano.

Em comunicado, o órgão explicou que os corpos pertencem a presos da prisão de Badush, que teriam sido executados pelos jihadistas quando o grupo radical conquistou a cidade em 2014.

Segundo a nota, os soldados encontraram 30 corpos em uma das valas e 470 na outra. As autoridades do Iraque ainda desconhecem as identidades das vítimas.

O comandante das operações militares em Ninawa, cuja capital é Mossul, general Nayem al Yaburi, explicou à Agência Efe que uma comissão de especialistas vai analisar os DNAs dos restos mortais encontrados e que os resultados serão anunciados em breve.

O Iraque está realizado uma ofensiva conjunta na comarca de Tel Afar, vizinha de Badush, a última controlada pelo EI em Ninawa.

Veja também