Irã nomeia uma mulher porta-voz de chancelaria

O ministério iraniano das Relações Exteriores anunciou a nomeação de uma mulher como porta-voz da chancelaria

Teerã – O ministério iraniano das Relações Exteriores anunciou nesta quinta-feira a nomeação de uma mulher Marzieh Afkham, diplomata de carreira, como porta-voz da chancelaria, uma novidade na história da República Islâmica do Irã.

Marzieh Afkham, que trabalha no ministério das Relações Exteriores há quase 30 anos, ocupava desde 2010 a direção do departamento dos meios de comunicação e diplomacia pública, indicou a imprensa iraniana.

Afkham fala inglês e francês.

“Ela tem experiência na diplomacia dos meios de comunicação”, explicou à agência ISNA o atual porta-voz do ministério, Abbas Araghchi.

“Os que criticaram devem compreender que a competência foi o único fator para sua nomeação”, acrescentou, referindo-se às reticências de vários deputados ultraconservadores de ver uma mulher neste posto.

Estes deputados acreditam que o clero poderá opor-se a esta nomeação.

O presidente Hassan Rohani, que assumiu o cargo em 3 de agosto, elogiou a nomeação, que faz parte de uma “campanha de emancipação das mulheres no Irã”.

O presidente anterior, Mahmud Ahmadinejad, nomeou em 2009 a uma mulher como ministra da Saúde, a quem destituiu em 2013.

Ahmadinejad quis depois nomear outras mulheres à frente de um ministério, mas o parlamento, dominado pelos conservadores, rejeitou.