Irã espera fazer história com acordo nuclear entre potências

O governo de Teerã está disposto a "tomar as medidas para garantir que o programa nuclear (do Irã) seja pacífico"

Viena – O ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammed Yavad Zarif, declarou nesta quarta-feira que seu país e as potências internacionais podem “fazer história” chegando a um acordo sobre o programa nuclear iraniano, às vésperas da sexta e previsivelmente última rodada de negociações em Viena.

O governo de Teerã está disposto a “tomar as medidas para garantir que o programa nuclear (do Irã) seja pacífico”, afirmou o ministro iraniano.

O Irã negocia um acordo sobre seu programa nuclear com os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (Estados Unidos, Rússia, França, China e o Reino Unido) mais a Alemanha.

Um acordo nuclear poderia “terminar uma crise desnecessária” que distraiu a comunidade internacional de “desafios conjuntos”, acrescentou Zarif na mensagem.

O chanceler culpou o então presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, de ter “torpedeado” um possível acordo em 2005 ao exigir uma suspensão completa do programa iraniano de enriquecimento de urânio.

“Ainda temos tempo para acabar com o mito de que o Irã quer construir uma bomba” nuclear, disse Zarif.

Antes de começar amanhã com um plenário as negociações, o ministro iraniano se reuniu hoje em Viena com a chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton, e com o segundo principal nome do Departamento de Estado americano, William Burns.

As partes se propõem conseguir nos próximos 18 dias um acordo que dê fim a uma longa década de disputa nuclear, segundo o estipulado em um pacto interino assinado no ano passado em Genebra.

Em virtude desse primeiro acordo, a comunidade internacional suspendeu parcial e temporariamente algumas sanções, em troca de que o Irã suspendesse as partes mais sensíveis de seu programa nuclear.

“Meu governo continua comprometido a encerrar essa crise desnecessária antes de 20 de julho. Espero que meus interlocutores também”, concluiu Zarif.