Inundações e deslizamentos deixam 17 mortos no Nepal

Entre as vítimas mortais, "nove morreram em deslizamentos de terra, enquanto as demais se afogaram nas inundações", segundo ministro

Katmandu – Pelo menos 17 pessoas morreram e outras seis estão desaparecidas após as inundações e os deslizamentos de terra ocorridos nas últimas horas no sul do Nepal em decorrência das fortes chuvas.

Entre as vítimas mortais, “nove morreram em deslizamentos de terra, enquanto as demais se afogaram nas inundações”, declarou em uma coletiva de imprensa neste sábado o ministro do Interior nepalês, Janardan Sharma, que acrescentou que outras quatro pessoas sofreram ferimentos graves.

Sharma acrescentou que 15 distritos do sul do país estão afetados pelas fortes precipitações, enquanto cerca de 15.000 moradias foram inundadas.

Durante o último mês, pelo menos 30 pessoas morreram em fatos relacionados com as chuvas, que são abundantes durante a época de monções que acontece agora nesta região da Ásia.

As operações de resgate continuam em andamento a cargo do exército e da polícia, detalhou Sharma.

O Departamento de Meteorologia do Nepal indicou que as precipitações alcançaram ontem 227 mililitros em alguns distritos e anunciou que as chuvas se manterão no centro do país até a próxima segunda-feira.

Os deslizamentos de terra e inundações são habituais na época das monções no Nepal e no resto do sul da Ásia, onde, além das vítimas, provocam consideráveis danos materiais a cada ano.