Inundações deixam pelo menos 3 mortos e milhares de afetados no Nepal

Nas últimas 24 horas choveu 129 milímetros na cidade de Bhaktapur, o segundo maior temporal registrado na cidade desde 2002

Katmandu – Pelo menos três pessoas de uma mesma família morreram e milhares foram afetadas pelas inundações provocadas por fortes chuvas associadas à monção na cidade de Bhaktapur, uma cidade turística e patrimônio da humanidade, e em áreas próximas, afirmou à Agência Efe uma fonte oficial.

O súbito aumento do nível da água começou de madrugada e obrigou milhares de pessoas a fugir de suas casas em busca de abrigo, deixando centenas de veículos presos em um engarrafamento de cinco quilômetros de extensão e afetando vários edifícios, afirmou Himal Shrestha, porta-voz do superintendente da polícia local.

A enchente paralisou a cidade de Bhaktapur, que fica a 15 quilômetros da capital nepalesa e foi praticamente reduzida a escombros após o terremoto de 2015, e obrigou a polícia mobilizar quase 800 agentes e a utilizar embarcações para resgatar mais de 100 de pessoas isoladas pelas águas, disse Shrestha.

O porta-voz acrescentou que várias localidades foram inundadas, incluindo um acampamento de desabrigados pelo terremoto de três anos atrás, que causou 9 mil mortes e destruiu milhares de casas.

“O nível da água começou a descer depois do meio-dia e muita gente já voltou para casa”, disse.

O Centro de Operações de Emergências do Nepal afirmou em comunicado que três membros de uma mesma família morreram na sua própria casa após serem soterrados em um deslizamento provocado pelas inundações.

Por sua vez, o Departamento de Hidrologia e Meteorologia nepalês informou que em 24 horas choveu 129 milímetros em Bhaktapur, o segundo maior temporal registrado na cidade desde 2002.